Esporte

Atletas brasileiros se destacam no Japão com ouro, prata e bronze no skate

Os skatistas brasileiros Rayssa Leal, Kelvin Hoefler e Gui Khury brilharam no X-Games em Chiba, Japão. Com performances impressionantes, eles conquistaram ótimos resultados e celebraram suas conquistas no evento.

Atletas brasileiros se destacam no Japão com ouro, prata e bronze no skateA skatista brasileira Rayssa Leal conquistou a medalha de ouro em Chiba.

Rayssa Leal, a prodígio brasileira do skate, conquistou o bicampeonato do X-Games de skate street no sábado (13), consolidando sua posição como uma das principais atletas do esporte. A competição, realizada em Chiba, Japão, contou com a participação das melhores skatistas do mundo.

Rayssa, de apenas 15 anos, garantiu sua primeira vitória no X-Games no ano passado, na mesma localidade japonesa. Desta vez, a confirmação de seu título veio de forma inusitada: devido às fortes chuvas, os organizadores cancelaram a disputa final e os resultados das classificatórias determinaram as vencedoras. Com uma pontuação impressionante de 88,33 pontos, Rayssa manteve sua posição de destaque, deixando para trás suas concorrentes.

Publicidade
blank

O pódio foi completado pelas talentosas skatistas japonesas Momiji Nishiya, que ficou em segundo lugar com 86,66 pontos, e Rizu Akama, em terceiro lugar com 83,66 pontos.

O desempenho excepcional de Rayssa é mais um marco em sua carreira, já que ela conquistou todas as etapas da Liga Mundial de Skate Street na temporada anterior e foi a campeã também em um torneio disputado em Chicago, nos Estados Unidos, no final de abril.

Além disso, Rayssa Leal lidera o ranking mundial da modalidade, que oferece uma vaga nos Jogos Olímpicos de Paris, programados para 2024. Sua habilidade e dedicação a colocam como uma forte candidata a representar o Brasil e lutar por mais uma medalha olímpica.

Outro destaque brasileiro no X-Games foi Kelvin Hoefler, que conquistou a medalha de prata na prova de skate street no domingo (14). Vice-campeão olímpico em Tóquio em 2021, Kelvin obteve uma pontuação de 83,66 pontos em sua primeira volta, garantindo o segundo lugar.

O jovem talento japonês Ginwoo Onodera, com apenas 13 anos, se consagrou campeão, alcançando 90,33 pontos e se tornando o mais jovem vencedor da história do evento. O americano Jamie Foy completou o pódio.

No Best Trick do Vertical, foi a vez do talentoso skatista curitibano Gui Khury, de 14 anos, subir ao pódio e conquistar a medalha de bronze. Com esse resultado, o Brasil encerrou sua participação na etapa japonesa do X-Games com três pódios, incluindo o ouro de Rayssa Leal no skate street.

A performance brilhante de Rayssa, juntamente com as conquistas de Kelvin e Gui, demonstram a força e o talento dos atletas brasileiros no cenário internacional do skate, além de inspirar jovens aspirantes a skatistas de todo o mundo.

Foto: Time Brasil

Comentários
Publicidade
blank