Educação

Brasileira é destaque no Japão por auxiliar na educação de crianças brasileiras no Japão

Atualmente, são mais de 10 alunos brasileiros do shogakko e chugakko.

blank

Uma brasileira que vive na cidade de Chuo, província de Yamanashi, foi destaque no Japão pelos seus esforços no ensino a crianças brasileiras que vivem em sua comunidade. Aroma Morikoshi de 52 anos, brasileira com descendência japonesa de terceira geração, criou a Classe de Apoio à Aprendizagem para Crianças Estrangeiras, em forma de incentivo à educação das crianças brasileiras que vivem em sua comunidade.

blank

Atualmente, são mais de 10 alunos brasileiros do shogakko e chugakko. Algumas crianças acabaram de chegar ao Japão e não falam japonês.

Publicidade
blank

Além de trabalhar como intérprete em uma escola dando as aulas de apoio, Aroma também dava aulas em sua casa.

No entanto, as aulas tiveram que ser interrompidas porque ela foi diagnosticada com câncer de mama. Aroma vem recebendo tratamento com o uso de remédios desde a primavera do ano passado.

Em 1990, ela veio para o Japão sozinha aos 20 anos. Quando começou a trabalhar, não sabia falar o idioma. Após alguns anos, ela se casou e teve seu filho. Aroma despertou seu desejo em auxiliar as crianças quando ela própria recebeu a ajuda de intérpretes na creche de seu filho. Ela então aprendeu japonês e começou a fazer traduções em escolas.

blank

Para aprender a como educar crianças, ela participou e se formou no Curso de Formação de Professores para Educadores brasileiros no Japão, organizado em conjunto pela Universidade Tokai e pelo governo brasileiro, em 2009. Ela também obteve a licença de professor no Brasil.

O que motiva Aroma é a preocupação com o futuro dos filhos. “Não quero que virem delinquentes porque sentem que não podem encontrar um lugar no Japão ou no Brasil. Quero que encontrem seu próprio caminho e vivam como membros da sociedade, disse ela.

Comentários
Publicidade
blank