Economia

Japão busca triplicar vendas de semicondutores até 2030

O Ministério da Indústria do Japão afirma que o país precisa de chips avançados para setores em crescimento, como inteligência artificial e carros autônomos.

Japão busca triplicar vendas de semicondutores até 2030

O Ministério da Indústria do Japão anunciou uma nova estratégia para triplicar as vendas no setor de semicondutores até 2030.

A medida é uma resposta à dependência de importações e às interrupções nas redes de fornecimento que ameaçam a segurança econômica do país.

Publicidade
blank

Os responsáveis pelo ministério afirmam que o Japão precisa de um fornecimento estável de chips avançados para as indústrias crescentes de inteligência artificial e carros autônomos. Atualmente, o país depende principalmente de importações de Taiwan, o que se torna arriscado em meio a tensões geopolíticas.

A nova estratégia apresentada pelos responsáveis no ministério visa vendas de ¥15 trilhões, ou mais de US$110 bilhões, até 2030.

O objetivo é garantir que as empresas japonesas possam competir com rivais de Taiwan e Coreia do Sul que estão se preparando para lançar chips avançados de 2 nanômetros.

Para alcançar essa meta, o ministério espera receber mais de US$75 bilhões em investimentos do setor público e privado ao longo da próxima década.

Além disso, a proposta é trabalhar com aliados, como os EUA e a Holanda, em pesquisa e desenvolvimento.

O setor de semicondutores é crucial para muitas indústrias, incluindo eletrônicos, veículos e serviços de nuvem. Com a crescente demanda por tecnologias avançadas, espera-se que o mercado global de semicondutores alcance US$1 trilhão em 2030.

Foto: Freepik

Comentários
Publicidade
blank