Economia

Governo planeja adiar aumento de impostos de 2025 para 2026

O propósito dessa medida é financiar os custos associados a equipamentos de defesa

blank

Tóquio, Japão — O governo japonês está considerando adiar um aumento de impostos, inicialmente previsto para custear os gastos com defesa. Segundo informações do jornal Asahi, a confirmação do aumento deve ser postergada para o ano de 2026.

A decisão de reforçar os gastos com defesa na administração do primeiro-ministro Fumio Kishida foi tomada no final de 2022, estimando um custo de 43 bilhões de ienes (cerca de 299 bilhões de dólares).

Publicidade
blank

O governo de Kishida havia concordado anteriormente em implementar aumentos graduais ao longo de vários anos nos impostos sobre o rendimento, sociedades e cigarros para financiar os gastos com defesa. Contudo, o plano governamental deixou o período exato para o aumento vago, mencionando um “momento apropriado após 2024”.

No final de outubro, Kishida anunciou que o aumento de impostos não ocorreria em 2024 devido a um corte planejado no imposto de renda para o mesmo ano.

Yoichi Miyazawa, presidente do painel da Comissão de Pesquisa sobre o Sistema Tributário do Partido Liberal Democrático (PLD), afirmou em uma reunião executiva em 30 de novembro: “As únicas opções que restam são aumentar os impostos a partir de 2025 por três anos ou a partir de 2026 por dois anos.”

Fontes indicam que o governo e sua coligação no Parlamento estão inclinados a evitar o aumento de impostos em 2025, visando proceder com os aumentos a partir de 2026.

Foto: iStockphoto

Comentários
Publicidade
blank