Economia

Exportações japonesas registram primeira queda em 3 meses

Exportações japonesas de novembro registram contração de 0,2% devido à fraca demanda chinesa

Exportações japonesas registram primeira queda em 3 meses

Tóquio, Japão — Dados preliminares divulgados pelo Ministério das Finanças nesta quarta-feira (20) indicam que as exportações japonesas registraram a primeira queda em três meses em novembro, comparadas ao mesmo período do ano anterior, devido à demanda fraca da China.

As estatísticas comerciais mais recentes revelaram uma queda de 0,2% nas exportações de novembro, totalizando ¥8,81 trilhões (US$61 bilhões). Enquanto isso, as importações diminuíram 11,9%, totalizando ¥9,59 trilhões.

Publicidade
blank

No ano passado, a forte demanda por automóveis e maquinário dos EUA e Europa impulsionou as exportações do Japão, com o iene mais fraco acelerando o crescimento.

No entanto, esse impulso foi compensado pela fraca demanda da China, que enfrenta uma recuperação lenta devido à pandemia da Covid e uma queda nas vendas imobiliárias.

Os economistas estão atentos aos sinais de recuperação na economia chinesa.

As exportações chinesas para novembro aumentaram 0,5% em termos de dólares, marcando o primeiro crescimento em sete meses, de acordo com dados oficiais divulgados no início de dezembro.

Ryutaro Kono, da BNP Paribas, previu em um relatório recente que as medidas de estímulo econômico da China, que foram gradualmente intensificadas desde o verão, podem começar a produzir efeitos, apoiando as exportações do Japão para o país vizinho.

Foto: PhotoAC

Comentários
Publicidade
blank