Tecnologia

Daihatsu suspende vendas de todos os seus carros por irregularidades em testes de segurança

A montadora já havia interrompido a produção de dois modelos de veículos e agora planeja estender essa suspensão

Daihatsu suspende vendas de todos os seus carros por irregularidades em testes de segurança

Tóquio, Japão — A Daihatsu, subsidiária da Toyota, anunciou nesta quarta-feira (20) a suspensão das vendas de todos os seus modelos de veículos, tanto no mercado japonês quanto internacional, após a descoberta de novas irregularidades.

A empresa utilizou dados falsos e deixou de realizar os testes necessários de segurança em colisões, obtendo certificações nacionais de maneira inadequada.

Publicidade
blank

Essa medida amplia a interrupção que já havia sido aplicada à produção de dois modelos de veículos.

A Daihatsu planeja relatar a situação ao Ministério da Terra, Infraestrutura, Transportes e Turismo do Japão e fornecer detalhes em uma coletiva de imprensa marcada para a tarde desta quarta-feira.

As irregularidades vieram à tona inicialmente em abril deste ano, quando a Daihatsu foi acusada de modificar indevidamente as portas dianteiras de quatro modelos, vendidos principalmente no Sudeste Asiático, e de conduzir testes de colisão lateral.

Alguns desses modelos foram comercializados sob a marca Toyota.

Em maio, a empresa admitiu fraudes nos modelos híbridos do SUV compacto Rocky, vendido no Japão, e no equivalente da Toyota, o Raize. Com investigações adicionais, mais irregularidades foram descobertas.

A Daihatsu já havia suspendido temporariamente a produção de seis modelos, mantendo a paralisação de dois veículos destinados ao mercado interno.

Para abordar a extensão total do problema, a empresa estabeleceu um comitê independente com a participação de especialistas externos.

Foto: Reprodução/REUTERS

Comentários
Publicidade
blank