Tecnologia

Toshiba a suspender operações em fábrica de semicondutores em Ishikawa devido ao terremoto

A empresa está realizando inspeções para identificar possíveis danos nos equipamentos de produção

blank

Nomi, Japão – Em decorrência de um intenso terremoto de magnitude 7,6, com epicentro na região de Noto, em Ishikawa, a Toshiba anunciou a suspensão das atividades em sua fábrica de semicondutores de potência localizada em Nomi (Ishikawa), conforme reportagem do jornal Yomiuri desta quarta-feira (3).

Apesar de não terem sido identificados problemas estruturais no edifício da fábrica, a empresa está em processo de verificação quanto a possíveis danos nos equipamentos de produção. Até o momento, não há uma data definida para a retomada das operações.

Publicidade
blank

Na fábrica de baterias de íon-lítio da Toshiba em Kashiwazaki (Niigata), não foram relatados danos ao prédio, mas há preocupações quanto à possibilidade de réplicas do terremoto impactarem a produção.

Paralelamente, a Sharp está conduzindo avaliações nos equipamentos de produção de sua fábrica de displays em Hakusan (Ishikawa), apesar de o prédio não ter sofrido danos significativos.

A Panasonic Holdings, que abriga fábricas de motores e outras instalações no grupo em Ishikawa, relatou até o momento a ausência de relatos sobre danos.

Foto: Reprodução

Comentários
Publicidade
blank