Tecnologia

Samsung abrirá laboratório de semicondutores no Japão

A Samsung Electronics, fabricante de chips sul-coreana, planeja abrir um laboratório em Yokohama, Kanagawa, para desenvolver semicondutores avançados

Samsung abrirá laboratório de semicondutores no Japão

Yokohama, Japão — A Samsung Electronics, renomada fabricante de chips da Coreia do Sul, está planejando estabelecer um laboratório para o desenvolvimento de semicondutores avançados na cidade de Yokohama, conforme reportado pela NHK.

A decisão da Samsung é estabelecer a instalação de pesquisa e desenvolvimento no distrito de negócios de Minato Mirai, em Yokohama. O investimento total está previsto para atingir a marca de ¥40 bilhões (aproximadamente US$278 milhões) a partir de 2024, com metade dessa quantia esperada para ser assumida pelo governo japonês.

Publicidade
blank

O foco da instalação será o desenvolvimento de tecnologia de empacotamento de chips, essencial para semicondutores de alto desempenho. Está prevista a contratação de 100 engenheiros no Japão, e a Samsung Electronics está considerando parcerias de desenvolvimento conjunto com organizações de pesquisa no país.

Enquanto os Estados Unidos e a China enfrentam disputas relacionadas a semicondutores, considerados produtos cruciais para a segurança nacional, o governo japonês vem incentivando fabricantes estrangeiros de chips a estabelecerem presença no arquipélago, visando fortalecer as redes de fornecimento doméstico.

Fontes indicam que o primeiro-ministro Fumio Kishida planeja revelar o apoio do governo à Samsung Electronics durante uma reunião em Tóquio nesta quinta-feira (21), destinada a promover investimentos no Japão.

Enquanto isso, a maior fabricante de chips por contrato do mundo, a Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC), está construindo sua primeira planta no oeste do Japão em colaboração com o Grupo Sony e outros parceiros.

A maior fabricante de chips por contrato do mundo, a Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC) está construindo sua primeira planta no oeste do Japão em um projeto conjunto com o Grupo Sony e outros.

Foto: Reprodução

Comentários
Publicidade
blank