Sociedade

Mudanças nas regras de permanência para yonseis no Japão vigoram na próxima semana; confira as alterações

Os yonseis serão elegíveis para o visto de longa permanência, com possibilidade de renovação indefinida, ao alcançarem o nível N2

blank

Tóquio, Japão — A Agência de Serviços de Imigração do Japão anunciou nesta sexta-feira a flexibilização dos requisitos para a permanência de descendentes de quarta geração de japoneses (nikkei yonsei), conforme relatos da agência de notícias Jiji Press e dos jornais Nikkei e Asahi.

Com a implementação de determinados critérios, incluindo proficiência no idioma japonês, os yonseis agora poderão obter o visto de longa permanência, passível de renovação indefinida.

Publicidade
blank

Para se qualificarem, os yonseis devem atender a requisitos como ter residido no Japão por 5 anos e possuir habilidades no idioma japonês equivalentes ao nível N2. Não haverá restrições quanto ao emprego, e a vinda de familiares será permitida.

As mudanças serão oficializadas por meio de uma notificação na próxima semana, em 28 de dezembro, quando entrarão em vigor, de acordo com a Jiji Press.

Anteriormente, o visto de “atividade específica” permitia uma estadia máxima de cinco anos, após a qual o yonsei era obrigado a retornar ao país de origem. Houve demandas de organizações nikkeis por uma estadia mais longa após esse período.

O limite de idade também será ampliado. Aqueles com habilidades no idioma japonês equivalentes ao nível N3 no momento da entrada no país serão aceitos até os 35 anos, em comparação com a faixa etária anterior de 18 a 30 anos.

As restrições aos “apoiadores” que auxiliam nos procedimentos de entrada e relatam as condições de vida dos yonseis também serão relaxadas. Atualmente, o suporte é obrigatório por cinco anos, mas não será mais necessário após uma estadia superior a três anos.

Em 2018, a Agência de Imigração introduziu o visto de “atividade específica” para os yonseis, considerando-os uma ponte entre o Japão e a América do Sul. Apesar de uma cota anual de 4.000 pessoas, apenas 128 permaneceram no Japão até o final de 2022.

Essas alterações foram motivadas pela baixa utilização do programa e pelos pedidos de aprimoramento no tratamento dos descendentes de japoneses.

Principais Mudanças:

  • Após cinco anos com o visto atual, os yonseis podem solicitar o visto de longa permanência, desde que atendam aos requisitos de proficiência no idioma japonês, como o nível N2 do Exame de Proficiência em Língua Japonesa (JLPT).
  • O status de longa permanência permite que os yonseis permaneçam no Japão pelo tempo desejado, renovando o visto periodicamente e trazendo a família, como cônjuge e filhos.
  • O limite de idade para entrar no Japão aumentará para 35 anos, contanto que o yonsei possua o nível N3 no momento da entrada, em comparação com a restrição anterior de 18 a 30 anos.
  • Não haverá restrições quanto ao tipo de trabalho.
  • Os “apoiadores” não serão mais necessários após três anos de estadia, responsáveis por informar a Imigração sobre as atividades do yonsei no Japão.

Foto: Reprodução

Comentários
Publicidade
blank