Educação

410 mil estudantes do ensino médio em risco de evasão escolar, revela pesquisa

A descoberta surgiu de um levantamento conduzido por uma organização sem fins lucrativos

410 mil estudantes do ensino médio em risco de evasão escolar, revela pesquisa

Tóquio, Japão — Uma pesquisa conduzida pela organização sem fins lucrativos Katariba revelou que aproximadamente 410 mil estudantes no Japão estão em risco de entrar para as estatísticas de evasão escolar. Alguns casos envolvem a recusa em frequentar as aulas, mesmo estando na escola, informou a NHK.

A pesquisa foi realizada entre outubro e novembro deste ano, abrangendo 5.953 estudantes do ensino médio por meio de questionários online.

Publicidade
blank

No Japão, o governo considera evasão escolar qualquer ausência na escola por 30 dias ou mais ao longo do ano, sem justificativas válidas, como problemas de saúde.

Os resultados da pesquisa indicaram que 277 alunos, representando 4,7% do total, faltaram às aulas. No entanto, o levantamento destacou que outros estudantes estão apresentando sinais de que podem seguir o mesmo caminho.

Alguns se recusam a frequentar a escola por mais de uma semana, embora fiquem menos de 30 dias ausentes. Outros vão à escola, mas passam a maioria do tempo na enfermaria ou na sala do diretor. Alguns alunos confessaram que prefeririam estar em outro lugar diariamente, em vez de na escola.

Essas tendências foram observadas em 785 dos entrevistados, totalizando 13,2%.

Com base na pesquisa, a Katariba estima que o número de estudantes em todo o país em risco de evasão escolar seria de cerca de 410 mil, representando um aumento de 80 mil em relação a uma pesquisa similar realizada por outro grupo há cinco anos.

A presidente da Katariba, Kumi Imamura, enfatizou que superar a evasão escolar poderia ser mais eficaz cortando os problemas pela raiz. Ela destaca que aumentar a conscientização sobre a importância de apoiar essas crianças vulneráveis é crucial para evitar faltas às aulas.

Foto:

Comentários
Publicidade
blank