Brasil

Entenda como é a entrada de brasileiros no Japão após acordo entre os países

A dispensa de visto para visitantes visa simplificar a integração entre o Brasil e o Japão, beneficiando especialmente aqueles brasileiros interessados em explorar a rica cultura asiática.

blank

Brasília – A partir de 30 de setembro deste ano, o governo federal formalizou um acordo durante a visita do presidente Lula ao Japão em maio. A presença do primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, solidificou a decisão de isentar brasileiros de visto para estadias de até 90 dias no país asiático.

Em 2019, o Brasil dispensou vistos para turistas australianos, canadenses, americanos e japoneses, visando aumentar o turismo. A expectativa foi afetada pela pandemia de COVID-19, diminuindo as viagens internacionais.

Publicidade
blank

A recente decisão japonesa, baseada no princípio de reciprocidade diplomática, exige que brasileiros e japoneses, mesmo a turismo, apresentem ou estejam isentos de visto ao entrar nos respectivos países.

A medida beneficia especialmente aqueles que desejam explorar a cultura japonesa em estadias curtas. A isenção se aplica a portadores de passaportes brasileiros com chip-IC emitidos desde 2011. Para os demais, o visto é obrigatório.

É crucial observar que a isenção é restrita a 90 dias, ultrapassá-la pode resultar em punições legais. Os interessados em vivenciar a cultura japonesa já podem planejar suas viagens, aproveitando a nova facilidade.

Você está pronto para uma jornada única e inesquecível? Explore a beleza encantadora e a cultura fascinante do Japão com as nossas ofertas exclusivas em passagens aéreas da Itiban! Saiba mais, clique aqui!

Foto: Reprodução

Comentários
Publicidade
blank