Mundo

Primeira foto do buraco negro no coração da Via Láctea

Cientistas consegue a primeira foto de um buraco negro no centro da galáxia

blank

Um grupo internacional de astrônomos declarou ter capturado a primeira imagem de um buraco negro supermassivo no centro da Via Láctea.

O grupo, chamado Event Horizon Telescope Collaboration, junto com a Fundação Nacional de Ciências dos EUA (NSF), fez o anúncio na quinta-feira (12). Os pesquisadores disseram que a imagem é uma composição média de observações de uma rede de radiotelescópios localizada em seis observatórios ao redor do mundo.

Publicidade
blank

Observar buracos negros é difícil, pois a gravidade impede que a luz escape deles, informaram.

O grupo explicou que o buraco negro na Via Láctea está a cerca de 27 mil anos-luz da Terra na direção da constelação de Sagitário. Um ano-luz é a distância que a luz percorre em um ano.

A imagem divulgada pelo grupo mostra uma região central escura cercada por uma estrutura brilhante em forma de anel de gás superaquecido pela força da gravidade.

O grupo diz que seus dados observacionais do buraco negro correspondem às previsões convencionais – ele tem uma massa gravitacional cerca de 4 milhões de vezes maior que a do Sol e mede cerca de 60 milhões de quilômetros de diâmetro.

blank

Comparação do buraco negro atual (Sagitário) e a primeira do M87 (NSF)

Em 2019, o grupo divulgou o que chamou de primeira imagem de um buraco negro no centro de uma galáxia mais distante, M87.

O grupo diz que a imagem mais recente oferece pistas importantes para ajudar a desvendar como a Via Láctea se formou e evoluiu.

Comentários
Publicidade
blank