Japão

Forte terremoto abala Ishikawa: mais de 30 mil casas ficam sem luz

Um médico de um hospital em Suzu relatou que diversos moradores estão sendo atendidos com ferimentos

blank

Tóquio, Japão — Um poderoso terremoto de magnitude 7,6 atingiu a península de Noto (Ishikawa) nesta segunda-feira, às 16h10, resultando em cortes de energia e danos generalizados em residências, edifícios e estradas, conforme relatado por emissoras de TV locais.

Às 17h05, aproximadamente 36.000 residências estavam sem eletricidade na área sob responsabilidade da Hokuriku Electric Power. Em Toyama, cerca de 90 residências também foram afetadas pela falta de energia.

Publicidade
blank

Suzu (Ishikawa) testemunhou o desabamento de casas e danos significativos em edifícios, postes de eletricidade e outras estruturas. Moradores estão sendo admitidos em hospitais locais com ferimentos, conforme relato de um médico da cidade.

Em Kahoku, uma residência foi parcialmente destruída, resultando em pessoas presas dentro. Guardas de segurança em Noto descreveram forte agitação e danos nas estradas, algumas tornando-se intransitáveis.

Relatos de liquefação do solo e postes de eletricidade caídos surgiram em Uchinada, próximo a Kanazawa. Wajima experimentou incêndios, levando muitos residentes a buscar refúgio no edifício do governo da cidade, situado em uma área elevada.

Nakanoto viu um ryokan (pousada tradicional japonesa) com danos nas portas e janelas, resultando na evacuação dos hóspedes para locais seguros.

Na província de Toyama, mais de 100 casos de danos a residências e alguns incêndios foram relatados, embora não haja confirmação de feridos. Himi, também em Toyama, registrou edifícios danificados, com a polícia local informando sobre rachaduras e elevações nas estradas.

Milhares de pessoas buscaram refúgio em abrigos públicos providenciados pelas cidades mais afetadas.

As autoridades estão avaliando a extensão dos danos, e o primeiro-ministro Fumio Kishida instou os residentes a se prepararem para possíveis novos tremores, enfatizando a necessidade de evacuação imediata nas áreas propensas a tsunamis.

A Nexco Central Japan informou que partes das rodovias Hokuriku, Kan-Etsu, Joshin-Etsu, Ban-Etsu, Nihonkai-Tohoku e Tokai-Hokuriku foram fechadas ao tráfego, com restrições de velocidade em outros trechos. O serviço de trem-bala e outros trens comuns na região de Hokuriku foram suspensos.

blank

Alerta de Tsunami

Após o terremoto, um alerta de tsunami foi emitido para a costa do Mar do Japão. Previsões indicam um possível tsunami de 5 metros na península de Noto e até 3 metros em Toyama, Niigata, Fukui, Yamagata e Hyogo (lado do Mar do Japão), segundo a Agência Meteorológica do Japão.

Um tsunami de 1,20 metro foi registrado em Wajima (Ishikawa) às 16h21, com a magnitude do dano ainda desconhecida. A cidade de Toyama e outras áreas também experimentaram tsunamis de até 80 centímetros.

A costa do Mar do Japão está em alerta para tsunamis de até 1 metro. As autoridades recomendam que as pessoas evitem se aproximar do mar e busquem abrigo em locais elevados, pois tremores secundários de até 5 graus na escala japonesa continuam a ocorrer na região.

Foto: Reprodução

Comentários
Publicidade
blank