Economia

Japão estenderá proibição de exportação de carros para a Rússia

Medida inclui veículos novos e usados acima de 1900 cc e afetará exportações de carros de segunda mão a partir de agosto

Japão estenderá proibição de exportação de carros para a RússiaCarros Subaru aguardam exportação de Yokoham. (REUTERS/Toru Hanai)

Tóquio, Japão — O Japão estenderá a proibição de exportação de carros de luxo para a Rússia a partir do próximo mês, abrangendo todos os veículos novos e usados com mais de 1900 cc, anunciou o governo nesta sexta-feira, à medida que intensifica ainda mais as sanções contra Moscou devido a sua invasão à Ucrânia.

A ampliação da proibição entrará em vigor em 9 de agosto e provavelmente afetará as exportações de carros usados do Japão para a Rússia, que aumentaram consideravelmente desde o início do conflito, devido à alta demanda por veículos confiáveis e duráveis.

Publicidade
blank

O gabinete japonês decidiu revisar uma ordem de controle de exportações que proíbe o envio de mercadorias para a Rússia que fortaleçam a base industrial do país, informou o Ministro da Economia, Comércio e Indústria, Yasutoshi Nishimura, aos repórteres.

“Com isso, a exportação para a Rússia de automóveis com mais de 1900 cc, carros de passageiros com motor híbrido, grandes pneus de veículos e outros produtos serão proibidos a partir de 9 de agosto”, disse Nishimura.

A proibição ampliada também inclui veículos híbridos, híbridos plug-in e veículos elétricos, segundo o governo.

Os detalhes exatos dos itens afetados serão divulgados uma semana antes da entrada em vigor, de acordo com um funcionário do ministério do comércio.

Com essa ampliação da proibição de exportação de carros, o Japão segue os passos da União Europeia, que anunciou sua própria proibição de veículos com mais de 1900 cc em 23 de junho.

Em 2022, as exportações japonesas para a Rússia de veículos usados com mais de 2000 cc a 3000 cc mais que triplicaram em comparação com o ano anterior, atingindo cerca de 29 bilhões de ienes (208 milhões de dólares), de acordo com dados do escritório aduaneiro do ministério das finanças.

As exportações de veículos com destino à Rússia chegaram a quase 15 bilhões de ienes apenas no primeiro semestre deste ano, mostraram os dados.

O Japão implementou inicialmente a proibição de exportação de veículos de luxo no valor de mais de 6 milhões de ienes para a Rússia em abril do ano passado. Em junho do mesmo ano, adicionou uma proibição à exportação de caminhões com peso igual ou superior a 5 toneladas.

Foto: REUTERS/Toru Hanai

Comentários
Publicidade
blank