Clima

Chuvas fortes causam alerta de evacuação em Aichi, Shizuoka e outras províncias do Japão

Inundações e deslizamentos de terra são temidos devido às intensas chuvas provocadas pelo tufão Mawar

Chuvas fortes causam alerta de evacuação em Aichi, Shizuoka e outras províncias do JapãoPessoas andando de bicicleta sob forte chuva em Kochi (Kyodo)

Tóquio, Japão — O tufão Mawar está causando chuvas torrenciais e ventos fortes em várias partes do Japão nesta sexta-feira (2), levando as autoridades a emitir alertas de evacuação em várias províncias.

Enfraquecido para a categoria de tempestade tropical após causar estragos em Guam no início desta semana, o tufão Mawar deve passar ao sul da ilha principal de Honshu, movendo-se em direção ao Pacífico.

Publicidade
blank

No entanto, os meteorologistas alertam que o ar úmido proveniente do tufão pode interagir com uma frente de chuva sazonal, resultando em fortes chuvas localizadas.

Esse tipo de padrão climático já causou inundações e deslizamentos de terra no passado, especialmente durante o verão de 2018, quando mais de 200 pessoas morreram no oeste do Japão.

Embora fortes chuvas de verão não sejam incomuns no país, é excepcionalmente cedo para a chegada de um tufão deste tipo em junho. Segundo a Agência Meteorológica do Japão (JMA), a primavera deste ano foi a mais quente desde que os registros começaram a ser feitos em 1898.

Alertas de inundação foram emitidos para a cadeia de ilhas de Okinawa, bem como para partes das ilhas Shikoku e Honshu. A previsão indica a possibilidade de 350 milímetros de chuva em algumas regiões do oeste de Honshu nas próximas 24 horas, até a manhã de sábado (3).

A emissora NHK relatou que partes de Shikoku já foram atingidas por 162,5 mm de chuva nas últimas três horas, quase metade desse total em apenas uma hora, o que gerou alertas de deslizamentos de terra.

Aproximadamente 27.000 pessoas receberam orientações para evacuar em Toyohashi (Aichi), e avisos de evacuação de nível 4, numa escala de 5, foram emitidos em partes de Shizuoka e outras províncias. Mais de 100 escolas suspenderam as aulas na província de Aichi nesta sexta-feira.

Embora tenham sido cancelados vários voos para as ilhas de Okinawa, não foram relatados grandes problemas de transporte até o momento.

Alertas de evacuação de nível 5 (máximo) foram emitidos para a cidade de Kainan, na província de Wakayama, abrangendo cerca de 13.000 moradores das áreas ao longo dos rios Kamo e Hikata.

Além disso, alertas de evacuação de nível 4 foram emitidos para as seguintes regiões:

  • Aichi: bairros Maruyama e Oka em Okazaki, com 3.686 moradores afetados, e uma ampla área ao longo do rio Umeda em Toyohashi, com cerca de 27.000 moradores impactados.
  • Shizuoka: distrito de Tenryu e bairro Inasa em Hamamatsu, com 39.118 moradores afetados.
  • Mie: vários bairros da cidade de Ise, com 15.752 moradores impactados.
  • Gifu: bairro Kamiyahagi em Ena, com 1.527 moradores afetados.

Outras províncias também foram afetadas, incluindo Niigata, Nagano, Osaka, Hyogo, Quioto, Nara, Wakayama, Tokushima, Kagawa, Ehime e Kochi.

Foto: Reprodução/Kyodo via REUTERS

Comentários
Publicidade
blank